Que questões devem ser colocadas antes de iniciar um negócio?

Atualmente as pequenas empresas representam a espinha dorsal da economia mundial e são inclusivamente um dos setores em maior expansão.

Constituir um negócio próprio pode resultar numa mudança radical na nossa vida e na nossa carreira, e deverá ser fundamentado com base em algumas perguntas para as quais deverás tentar obter respostas:

1.Porque estou a fazer isto?

 Um dos princípios base para o sucesso é acreditarmos na nossa ideia, no nosso produto.

É necessário e fundamental pressupormos que as pessoas necessitam do que temos para oferecer e inclusivamente que isso se irá refletir numa melhoria substancial das suas vidas.

A criação de perfis que representem os nossos potenciais clientes é uma tarefa com a qual devemos despender algum tempo. A especificação é importante: desde a idade, a situação financeira, o género, interesses, o que os motiva a comprar, entre outros. Todas estas variáveis são relevantes na criação de personas.

O porquê do negócio é outra análise pertinente que nos leva a entender os valores do negócio que, muitas vezes, são a força impulsionadora do mesmo.

2.Tenho um nome que representa a marca?

Este é habitualmente um dos primeiros obstáculos que surge a quem pretende criar uma marca. Também aqui existem algumas questões que te podem ajudar:

– Representa o que vendo?

– Reflete o espírito da marca?

– É único ou muito semelhante a outro já existente?

– É flexível o suficiente que permita expandir o negócio e a gama de produtos/serviços?

– É possível obter um domínio?

Esta decisão, apesar do seu carácter muito pessoal, deve ser pensada de forma a ser, por um lado, específica o suficiente para refletir o negócio e, por outro, abrangente de modo a permitir o crescimento e expansão.

3.Qual é a identidade da marca?

As marcas de sucesso têm associada uma narrativa que para além de a posicionar como única, ainda estabelece uma ligação emocional com o público.

As cores, o logotipo e o slogan devem partir dessa narrativa e é fundamental para que o público identifique visualmente a marca e os seus serviços.

Uma boa história deve contar a motivação que nos levou a criar a marca assim como o motivo pelo qual os consumidores devem confiar nela.

4.Estou a aplicar o preço certo aos meus produtos?

O cálculo do preço de custo a aplicar deverá basear-se igualmente numa série de fatores. A tendência de mercado e o valor que o nosso cliente ideal estará disposto a pagar são fatores externos a considerar.

De nossa parte devemos aferir o custo básico do nosso serviço/produto, que deverá incluir custos indiretos, e não nos devemos esquecer do tempo gasto na projeção e elaboração do projeto. Para além disto temos de estabelecer a margem de lucro pretendida.

Ao elaborarmos este plano antecipadamente podemos utilizá-lo para avaliarmos a sua viabilidade comercial. Aplicar um preço acima do praticado no mercado é possível desde que consigamos de alguma forma convencer os nossos clientes de que é justo pagar esse valor, seja pela experiência única que o mesmo proporciona ou pela superioridade da qualidade do nosso serviço.

Acreditarmos no poder da nossa marca, na diferença que a mesma trará à vida dos seus utilizadores e dedicarmo-nos a trabalhar em prol dessa qualidade, será um fator determinante no nosso trajeto enquanto empresários.

Fonte

Categories: uncategorized

Close

Mais info

Gostarias de ver o nosso espaço antes de te juntares a nós? Vem visitar-nos. Preenche, por favor, o formulário e entraremos em contacto contigo.